Escola Aumentada: cartografias digitais e mobilidade para a aprendizagem e a cidadania

Título:
Escola Aumentada: cartografias digitais e mobilidade para a aprendizagem e a cidadania.

Equipe:
Coordenador de Projeto:
DANIEL DE QUEIROZ LOPES

Colaboradores:
Eliane Schlemmer

Carla Beatris Valentini

Doutorando:
Fernanda Lopes Guedes

Mestranda:
Daniela da Graça Stieh

Patricia R. S. Selau

Gabriela Fabian

Financiador:
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

Situação: Projeto em execução

Descrição:

A presente pesquisa problematiza o campo de tensões que tem surgido a partir da emergência de uma cultura digital em escolas públicas que participam de projetos de inclusão digital. Com base nos pressupostos teórico-epistemológicos das ecologias cognitivas e de acoplamento estrutural, a pesquisa tem como foco os tensionamentos que se produzirão a partir de ações orientadas pelos princípios da cultura digital em relação aos problemas locais, a cidadania e as práticas pedagógicas em escolas situadas em cidades que desenvolvem o projeto nos Territórios de Paz. Para tanto pretendemos implementar e desenvolver, de forma propositiva e participativa, em conjunto com gestores, professores e estudantes de escolas inseridas nos Territórios da Paz, uma proposta metodológica baseada no método cartográfico de pesquisa e intervenção. As questões da pesquisa situam-se sobre os seguintes aspectos: quais os novos significados em relação ao papel das escolas e os problemas locais enfrentados pelos jovens que vivem nesses Territórios? Como se constituirão os novos espaços de inscrição mediados pelas TD, bem como os modos de associação entre os jovens e os demais atores das escolas inseridas nesses Territórios na constituição de sua rede? Como se constituirá e qual a potência das redes de aprendizagem e cidadania com suporte das tecnologias digitais? Qual o impacto do modelo 1:1 de utilização de dispositivos digitais móveis (tablets, netbooks, laptops) proposto pelo Projeto Província de São Pedro (SEDUC/RS) em relação aos processos educacionais vigentes nas escolas participantes? Serão realizadas oficinas com professores e estudantes de escolas estaduais para apropriação do método cartográfico com suporte digital, bem como o acompanhamento das cartografias locais realizadas pelos mesmos. A pesquisa pretende contribuir para a compreensão do fenômeno da cultura digital em relação a metodologias de pesquisa, intervenção e participação nas escolas, bem como avaliar seus impactos em relação a realidade local ? particularmente, em diálogo com os contextos de violência apontados pelos Territórios de Paz.